Você já ouviu falar sobre Seguro de Renda? Já falamos aqui no blog que o seguro de vida não é somente para morte do segurado. Ele é um importante instrumento financeiro que pode ajudar na conquista de seus objetivos em vida.

O que é seguro de renda?

O Seguro de Renda é um seguro que garante a sua proteção financeira em caso de acidentes ou doenças que impeçam você de trabalhar e, consequentemente, afetem a sua renda.

Ele é uma das coberturas mais acionadas nos seguros de vida, muito conhecido no mercado como DIT – Diária por Incapacidade Temporária. Ela paga uma indenização equivalente a um dia de trabalho de acordo com a cobertura contratada caso o trabalhador tenha que parar suas atividades em caso de doença ou acidente.

Para quem é indicado o seguro de renda?

  • Profissionais liberais são aqueles que tem formação e que tem liberdade para exercer sua atividade, podendo ser empregado ou trabalhar por conta própria. Exemplos: médicos, advogados, arquitetos, dentistas, veterinários, jornalistas.
  • Profissionais autônomos, que são quaisquer profissionais, que tenham ou não uma qualificação profissional, mas sempre trabalham por conta própria. Exemplos: personal trainers, motoristas de táxi, motoristas de aplicativos (Uber, 99), pintores, encanadores, eletricistas.

Algumas seguradoras não aceitam a contratação do seguro para empresários, pois entendem que, no caso de afastamento, não há queda de renda. Por exemplo: se você é dono de uma academia, no caso de afastamento ainda poderá contar com o faturamento da empresa – já que provavelmente há outros profissionais trabalhando para você. Mas se você é um personal trainer, certamente ficará com sua renda comprometida. No entanto, algumas seguradoras já aceitam, dado que, em casos de empresas pequenas, o dono ainda atua muito na atividade fim da empresa e, sem ele, há perda significativa de faturamento.

Um exemplo prático

Pedro é um médico e tem uma renda de R$ 20.000,00 por mês e contrai uma doença que o faz ficar afastado do trabalho por 1 ano, o que levaria ele a deixar de receber R$ 240.000,00 num ano. Caso ele contrate um seguro que cubra R$ 15.000,oo, isso significaria um pagamento de DIT de R$ 500,00 e em um ano ele receberia aproximadamente R$180.000,00. O seguro de renda, nesse caso, evitaria que ele tivesse que recorrer a empréstimos ou gastar seus investimentos. Por isso, é um importante instrumento de blindagem patrimonial.

 

Seguro de renda tem franquia?

Sim, normalmente a franquia é de 10 dias. Ou seja, no exemplo acima, Pedro  passaria a ter direito a indenização a partir do 11º dia de afastamento. Caso seu afastamento ocorresse, por exemplo, a partir do dia 1º, no primeiro mês receberia R$ 10.000,00 (30 dias – 10 dias (franquia) = 20 dias x R$ 500,00). A partir do segundo mês, portanto, o valor seria de R$ 15.000,00 por mês.

A franquia pode variar de Seguradora para Seguradora. Algumas seguradoras, por exemplo, possuem franquia reduzida para acidentes, que podem ser de 7 dias ou, em algumas, até mesmo franquia zero. A indenização pode cobrir até 365 dias por situação discriminada no regulamento do plano.

 

Existe carência no seguro DIT (Diária por Incapacidade Temporária)?

Sim, normalmente de 60 a 90 dias somente nos casos de doença. Para algumas doenças, como as famílias das tendinites (LER, DORT e LTC), a franquia é mais alta, normalmente 150 a 180 dias. Para acidente, no entanto, não há franquia, mas pode variar de seguradora para seguradora.

O que seguro de renda geralmente NÃO cobre?

  • Desemprego, mesmo que a demissão seja devido a alguma doença.
  • Afastamento por doença menos de 7 dias ou mais que 365 dias
  • Impossibilidade de trabalho por motivos de força maior tal como lockdown
  • Afastamentos em razão de cirurgias eletivas (cirurgia plástica com fins estéticos, correção de miopia/hipermetropia, partos)
  • Afastamentos por doenças psiquiátricas como: depressão, síndrome do pânico, entre outros.
  • Afastamento por contração de doença classificada como epidemia ou pandemia

*excepcionalmente algumas seguradoras tem incluído a pandemia de COVID-19 no pagamento de seguro de renda caso o segurado contraia a doença.

Quais Seguradoras fazem o seguro de renda?

Atualmente as principais Seguradoras que atuam com esse nicho de seguro são: MAG, Liberty, Icatu, Porto Seguro, Sul América, Seguros Unimed e Centauro-ON. Cada produto possui suas particularidades e restrições de aceitação. Portanto, é importante consultar um corretor capacitado para te indicar o melhor seguro para a sua necessidade.

Quanto custa o seguro de renda?

O seguro de renda varia de acordo com a idade e profissão do segurado. Solicite uma cotação de seguro de renda.

Conclusão

Muita gente contrata um seguro para seu automóvel, pra sua casa, mas esquece seu bem mais precioso: sua vida. Não deixe de contratar este importante instrumento de blindagem patrimonial.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Informações de contato:

Endereço:

Av. Rio Branco, 156, salas 3226/3227 – Centro, Rio de Janeiro, RJ

E-mail:

garantiaseg@garantiaseg.com.br

Telefone:

(21) 2533-2639 | (21) 2533-3461 | (21) 2533-7981

Whatsapp:

(21) 96403-7402